O tempo, ah o tempo…

Tenho uma admiração honesta pelo tempo. Desde sempre. Talvez porque sou uma pessoa bastante sensível, que guardou durante a vida todos os momentos no coração. Nas lembranças. Momentos pequenos e grandes. Desde refeições em família, conversas entre primos e beijos de boa noite, até as vezes nas quais vivi sofrimentos, como o medo da morte…

Continue lendo

Visita do Medo: Morte e Vida

Hoje saí da minha médica com a notícia da possibilidade de desenvolver, até o final da minha gestação, algo chamado placenta acreta. Foi identificada em uma visita minha improvável, na semana anterior, à uma emergência obstétrica, por conta da sensação de uma contração. Estava em uma semana de bastante stress no trabalho, e quando a…

Continue lendo

Com quem contar…

Com minhas crônicas, tenho tido a oportunidade de conversar com leitoras que as vem acompanhando pelo blog. O que constitui um verdadeiro presente para mim. Uma oportunidade de dividir experiências comuns mesmo com jornadas e destinos eventualmente diferentes. Sob o guarda-chuva do processo de divórcio, discorrem diversas histórias. Além da minha, muito além. De todos…

Continue lendo

Sobre outro você, canguru…

Estou eu aqui, grávida do terceiro filho. Do meu novo casamento com o meu grande amor. Com a benção da minha Joana e do meu Joaquim. E com muitos, muitos, muitos enjoo. Eles não são só matinais. São vinte e quatro horas por dia. Quando durmo, paro de senti-lo, mas aí sonhos malucos de seres…

Continue lendo

Sobre coragem e um novo bebê…

Nosso novo embrião. Preciso contar de onde surgiu nosso novo bebê, este que dividi com vocês no último texto. Sobre quando ele começou a vir. Nos sonhos e desejos daquela casa. Daqueles integrantes da nossa nova família. Para um filho vir à uma constelação já formada e isso ser bom, ser mágico, é preciso que…

Continue lendo

O quinto elemento em mim: Antonella

É assim que vivo os meus. Em mim. Joana viveu em meu ventre por 39 semanas e agora vive em mim, nos meus pensamentos, no meu coração, no meu presente e no meu futuro. Simplesmente em cada pedaço do meu ser. Joaquim, igual a mana, morou na minha barriga por 39 semanas e divide com…

Continue lendo

Medo como amigo…

Quero falar sobre o maior dos medos quando se começa a vida de novo com dois filhos. Quando já está tatuado no teu passado e traduzido no fruto dos filhos que ficam, a história de um casamento rompido, de um amor que acabou. A primeira sensação é a de não querer mais uma relação a…

Continue lendo

Amor, do jeito que for…

Eis que em um domingo à noite, estamos os quatro assistindo ao Fantástico, programa da Rede Globo, e mais uma vez é trazido, no quadro da Glória Pires, no qual ela interpreta uma juíza de “casos de família”, o rompimento de um casal para o início de mais uma família diferente. Após o marido ter…

Continue lendo

Amigos. Você os conhecerá na hora certa.

Recebi outro dia uma mensagem de uma amiga divorciada que vem acompanhando as minhas crônicas pelo blog New Families, dizendo o quanto lê-las faz bem a ela. O quanto se identifica com as histórias, que apesar de serem minhas, se repetem diariamente em várias casas, com nomes diferentes. Com outros personagens. E na casa dela,…

Continue lendo