Chegadas e partidas…

Me dei conta que eles levam um tempo para voltar. Que eles chegam, mas não chegam. Por alguns minutos, ou horas, ficam estranhos no ninho. Nesse nosso, tão deles quanto meu, da irmã bebê e do pai do coração. Não acompanharam as últimas da família, a mudança de lugar da cadeira da sala, o arroz…

Continue lendo

DOR: Um abismo ou um degrau?

Agendei a colocação de um DIU para sexta-feira da semana passada, desavisadamente. Tem um tempo que quase tudo na minha vida virou tarefa de agenda, única forma que arrumei de organizar o meu dia a dia com tantas demandas. É casa, filhos, amor de qualidade, meus projetos e trabalhos, eu… que enfim, vivo na companhia…

Continue lendo

Filhos do Divórcio

Meus filhos maiores estão crescendo. Joana está com quase dez anos e o Joaquim com oito e meio.  Já se passaram mais de quatro anos que a nossa nova família, formada inicialmente de nós três, começou. Que eu hospedei fantasmas na minha consciência quanto à nossa dinâmica neste novo formato, e desde lá, construí cenários…

Continue lendo

A admirável vida “algodão doce”…

Tive um pesadelo estranho esses dias. Eu era desabonada como mentora no projeto New Families por ter descoberto, naquele contexto, daquele “sonho”,  um ato de deslealdade do meu esposo. Algo que no pesadelo, me tornava aparentemente, por uma decisão minha, uma divorciada outra vez, considerando que lidar com a deslealdade é e sempre foi uma…

Continue lendo

Sim, a vida é uma eterna mesa de negociações…

Lidar com as diferenças em um mundo de indivíduos sempre foi um desafio para o ser humano, que por séculos, não foi realmente encarado. Honestamente. Pois lidar significa enfrentar, suportar, resolver, superar, administrar… conviver da melhor forma. Não, guerrilhar. E a guerrilha entre as diferenças fazem parte da nossa história. Talvez não tivéssemos evoluído na…

Continue lendo

Por quê dói tanto?

Tenho ouvido de muitas que o divórcio é a morte em vida. Essa frase também é minha. Tamanho estrago que causa, eu sei.  Que ele devasta razão e emoção, pois nem racionalmente se mitiga a dor deste movimento. Que deixa alguns pedaços de pessoas e afetos transformados, minguados pelo desgaste do fim, e espalhados de…

Continue lendo

Tragédia familiar

Semana difícil essa última. Escrevo em uma sexta-feira, dia quinze de março. Comecei esta semana com uma expectativa deliciosa quanto ao primeiro encontro do ano do projeto New Families, este que busca acolher e construir felicidade no depois de um divórcio, preservando o cuidado compartilhado dos filhos dessa relação. Construindo acolhida afetiva e consciência dos…

Continue lendo

Vida adulta.

De repente senti dificuldade para algumas coisas. Memória fraca, baixa capacidade de decorar números, senhas, datas de eventos e nomes. Não dormir por conta da rotina do bebê e trabalhar o outro dia todo desde cedo, mais o expediente extra da noite com três crianças, passou a me exaurir. Fui sendo tomada por um cansaço…

Continue lendo