Ter expectativa é ruim?

A expectativa é amiga da frustração. Essa frase foi minha guia por muito tempo. Escuto e leio isso por todo o lugar também, então essa virou uma verdade para mim. E na ausência de uma reflexão maior sobre. Mas isso até eu me dar conta, pelas minhas vivências, que na verdade essas duas não são…

Continue lendo

Pertenço? Ou me adéquo?

Outro dia ouvi em uma palestra sobre o sentido de pertencimento, e que neste processo se é, não se adéqua. Olha que profundo isso. Quantas as situações as quais nos convidam a entrar em grupos, compartilhar de crenças e valores, ou mesmo de ações organizadas, que falem por nós, e de repente, nos adequamos ao…

Continue lendo

É anjo que chama?

Esses dias, em uma conversa com uma amiga que constrói comigo muitos dos fóruns sobre divórcio e novas famílias, falamos de anjos. Desses que aparecem na vida da gente nos momentos de necessidade e dor aguda. Desses inesperados. Que caem do céu, mesmo. E nesse papo me dei conta que tive um na minha história…

Continue lendo

Chegadas e partidas…

Me dei conta que eles levam um tempo para voltar. Que eles chegam, mas não chegam. Por alguns minutos, ou horas, ficam estranhos no ninho. Nesse nosso, tão deles quanto meu, da irmã bebê e do pai do coração. Não acompanharam as últimas da família, a mudança de lugar da cadeira da sala, o arroz…

Continue lendo

Cuida da sua vida!

Calma, não estou usando de agressividade ou sendo pejorativa. Este foi o tema da catequese da minha filha Joana, encomendado no último encontro. A orientadora pediu para buscarem, junto com a família, uma notícia de alguém que cuidou da sua vida. De alguém que foi carinhoso e generoso consigo mesmo, cuidando de si, da sua…

Continue lendo

DOR: Um abismo ou um degrau?

Agendei a colocação de um DIU para sexta-feira da semana passada, desavisadamente. Tem um tempo que quase tudo na minha vida virou tarefa de agenda, única forma que arrumei de organizar o meu dia a dia com tantas demandas. É casa, filhos, amor de qualidade, meus projetos e trabalhos, eu… que enfim, vivo na companhia…

Continue lendo

O medo, que ela tirou debaixo da cama.

Chegamos em casa aquele dia com o semblante sério, escuro. Vínhamos no carro resolvendo algumas questões desafiadoras daquele nosso momento, eu e o meu marido, o meu amor. Tratávamos da minha virada profissional e, naturalmente, do “gap” financeiro em tempos de três filhos pequenos, necessidade de babá e serviço doméstico, simultâneos, para eu poder trabalhar,…

Continue lendo

Filhos do Divórcio

Meus filhos maiores estão crescendo. Joana está com quase dez anos e o Joaquim com oito e meio.  Já se passaram mais de quatro anos que a nossa nova família, formada inicialmente de nós três, começou. Que eu hospedei fantasmas na minha consciência quanto à nossa dinâmica neste novo formato, e desde lá, construí cenários…

Continue lendo

A admirável vida “algodão doce”…

Tive um pesadelo estranho esses dias. Eu era desabonada como mentora no projeto New Families por ter descoberto, naquele contexto, daquele “sonho”,  um ato de deslealdade do meu esposo. Algo que no pesadelo, me tornava aparentemente, por uma decisão minha, uma divorciada outra vez, considerando que lidar com a deslealdade é e sempre foi uma…

Continue lendo