E se esse fosse o último dia?

Para falar de vida há de se falar de morte. É na eminência dela, desse sopro que nos leva daqui, que acredito que abastecemos a vida na gente e da gente. É quando se reconhece o essencial. Afinal, receia a norte que tem a perder. Tem vida com valor, afetos, compartilhamento, construções, e por isso,…

Continue lendo

Dor e alívio.

Para as mães das novas famílias… Quando comecei a empreitada da construção da minha felicidade no depois do divórcio, da minha nova família, do novo amor e, em dado momento, do compartilhamento desse caminho e dessa fé no recomeço, através do projeto New Families, eu andava no escuro e buscava clarear a minha jornada. Buscava…

Continue lendo

Recordar é viver

Acho que triste de verdade não é viver dificuldades ou fins. Ou a despedida dos filhos pequenos, ou o término de um ciclo, ou a virada das escolhas. Estas são passagens, evoluções do andar, as quais nos demandam lidos e aprendizados. Triste mesmo é não lembrar. A memória é o baú de tesouros mais valioso…

Continue lendo