Chegadas e partidas…

Me dei conta que eles levam um tempo para voltar. Que eles chegam, mas não chegam. Por alguns minutos, ou horas, ficam estranhos no ninho. Nesse nosso, tão deles quanto meu, da irmã bebê e do pai do coração. Não acompanharam as últimas da família, a mudança de lugar da cadeira da sala, o arroz…

Continue lendo

Cuida da sua vida!

Calma, não estou usando de agressividade ou sendo pejorativa. Este foi o tema da catequese da minha filha Joana, encomendado no último encontro. A orientadora pediu para buscarem, junto com a família, uma notícia de alguém que cuidou da sua vida. De alguém que foi carinhoso e generoso consigo mesmo, cuidando de si, da sua…

Continue lendo

DOR: Um abismo ou um degrau?

Agendei a colocação de um DIU para sexta-feira da semana passada, desavisadamente. Tem um tempo que quase tudo na minha vida virou tarefa de agenda, única forma que arrumei de organizar o meu dia a dia com tantas demandas. É casa, filhos, amor de qualidade, meus projetos e trabalhos, eu… que enfim, vivo na companhia…

Continue lendo

Sim, a vida é uma eterna mesa de negociações…

Lidar com as diferenças em um mundo de indivíduos sempre foi um desafio para o ser humano, que por séculos, não foi realmente encarado. Honestamente. Pois lidar significa enfrentar, suportar, resolver, superar, administrar… conviver da melhor forma. Não, guerrilhar. E a guerrilha entre as diferenças fazem parte da nossa história. Talvez não tivéssemos evoluído na…

Continue lendo

Vida adulta.

De repente senti dificuldade para algumas coisas. Memória fraca, baixa capacidade de decorar números, senhas, datas de eventos e nomes. Não dormir por conta da rotina do bebê e trabalhar o outro dia todo desde cedo, mais o expediente extra da noite com três crianças, passou a me exaurir. Fui sendo tomada por um cansaço…

Continue lendo

Adeus ano velho…

Ok, eu me apego a roupas e sapatos… não vou negar. Sou vaidosa e criativa, por isso gosto de coisas e espaços. Gosto de lugares e fotos. Da minha casa. Tenho coisas que guardo há vinte anos no armário, pelas quais tenho verdadeiro afeto. Porque me lembram situações importantes da minha vida, boas ou ruins….

Continue lendo