Sobre saber pedir ajuda…

Tenho muito a aprender… esse é um processo diário que me comprova o quanto posso ser melhor quando me assisto em algumas situações desafiadores e reajo de formas que ainda me envergonham. Essa semana aprendi mais uma vez através da minha filha Joana. Minha pequena grande mulher. Forte e vulnerável, me admira cada dia mais…

Continue lendo

Sobre o dia de não tê-los aqui…

Falo agora como mãe. Egoísta com seus pintinhos, protetora, possessiva. Todas são, umas mais, umas menos. Eu, tenho exercitado a humildade neste sentido, escrevendo, escrevendo… me autoconhecendo, olhando para o fato dos meus filhos não serem meus, mas apenas virem de mim e por um tempo me habitarem efetivamente. Fisicamente. Mesmo que para sempre na…

Continue lendo

Felicidade: grandiosa e frágil

Escrevi outro dia sobre o medo de morrer. Por conta de um papo hipotético e despretensioso com a minha médica quanto a um risco no meu parto. Graças a Deus, para esta fiel, a morte só passou pela minha cabeça e pelas linhas de uma crônica mesmo…. Aí, num domingo destes, às vésperas do nascimento…

Continue lendo

Nomes dados aos bois…

No ambiente das novas famílias foram estabelecidas nomenclaturas para se chamar os integrantes destas e que estão fora do padrão da família tradicional. Falo aqui na madrasta, mãe emprestada ou mãe de coração. Falo, no meu caso prático, do padrasto, pai emprestado ou pai do coração. Dos avós emprestados e tios, aqueles que vieram depois,…

Continue lendo

Sobre a nossa espera… O nosso Chá de bebê.

Joaquim ficou sentado nas minhas pernas, me beijando, me curtindo. Me alcançando presentes, se surpreendendo com o tamanho das roupas da irmã, das fraldas…. Ficou ali, mudando. Fazendo tudo de forma diferente, conformada. Criando seu novo espaço, de filho do meio. Procurou no dia a dia das últimas semanas as vantagens de ser promovido a…

Continue lendo

A chegada do novo bebê…

Precisávamos planejar a chegada dela. Da nossa Antonella. Afinal, era para ser um momento lindo e especial para todos. Para mim, como mãe, já era. Desejava conhece-la desde os planos sonhados a dois, com o meu marido e pai de primeira viagem. Desde quando vi meus filhos desejarem profundamente a mana. Mas sabíamos, desde aquela…

Continue lendo

Mãe de uma nova família…

Liguei para a minha amiga-irmã, também mãe de três, e choramos. Choramos as duas. Por uma hora. Um pouco eu, um pouco ela, de repente nós duas. Nós e as nossas vidas exigentes como mães. Ambas mães de três. Somos do tipo de mãe que vive as verdades da vida nuas e cruas, junto dos…

Continue lendo

Nosso altar, nosso dezembro do infinito…

Divido aqui muitas das minhas dores, das minhas cores e dos meus amores. Coisas minhas que por muito tempo guardei no peito. Preferi não expor. Escolhi manter ralo em fotos de Facebook. Coisas nossas, da nossa casa, que constroem o dia a dia de uma família comum, ou talvez incomum, por trazer à tona, desde…

Continue lendo

Cabelos crespos…

Um dia desses, escovando o meu cabelo no salão de uma amiga de longa data da minha família, falávamos sobre o tamanho impacto do que nós pais e mães declaramos em alto e bom tom aos nossos filhos, nas cenas do dia a dia. Seja verbalmente, seja nas outras tantas linguagens do corpo, do olhar,…

Continue lendo