Por quê dói tanto?

Tenho ouvido de muitas que o divórcio é a morte em vida. Essa frase também é minha. Tamanho estrago que causa, eu sei.  Que ele devasta razão e emoção, pois nem racionalmente se mitiga a dor deste movimento. Que deixa alguns pedaços de pessoas e afetos transformados, minguados pelo desgaste do fim, e espalhados de…

Continue lendo

De olhos bem abertos…

Em que ponto eu passei a prestar atenção em tudo? A amar de olhos abertos? Atenta a brisa, a um olhar caído, a agitação exacerbada de um, a mancha do olho do outro? À ansiedade, atrapalhação, hostilidade ou muita amorosidade de qualquer ser na minha casa, na minha vida? Não sei dizer o que aconteceu…

Continue lendo

Mulher separada, com filhos

Te assustei? Bom, esta sou eu, há pouco mais de um ano atrás, quando então me casei de novo e mudei meu estado civil. Esta pode ser você. Ou alguma conhecida.  Tenho conversado com dezenas de mulheres sobre relacionamento afetivo e matrimônio. Sobre recomeços no amor romântico. Natural, desde o início do projeto New Families….

Continue lendo

Mulheres desencaixotadas?

Há poucos meses atrás, após quase 20 anos de vida executiva, iniciei um novo caminho que me levou a empreender. Já escrevi sobre isso aqui… Mas enfim, comecei a trabalhar com habilidades que desenvolvi nestes anos de muitas e diferentes experiências profissionais, em mercados distintos. Coisa que me construiu resiliente e criativa, características que levo…

Continue lendo

O peso da abelha operária…

Se as minhas amigas psicólogas e psicanalistas me lerem, vão me atribuir o auge da arrogância. Mas sim, é a pura verdade. A mãe da nova família, essa que compõe com todos os seus amores a nova constelação, está no centro de tudo. Na base deste empreendimento. É quem segura a viga principal da construção….

Continue lendo

A rapadura é doce, mas não é mole…

Não sou psicóloga nem neurologista, mas posso afirmar que existem áreas no cérebro que apagam as experiências de exaustão com os filhos, logo que elas passam. Algo como um aspirador de pó talvez, que suga os estilhaços das fazes mais difíceis, não deixando qualquer pista. Assim, a gente esquece. E se alguém contar o quanto…

Continue lendo

Irmãos: ter ou não ter?

Ter irmãos é daquelas situações da vida que não importa o que você faça, serás um igual. Nada pode ser mais cristão. Perante Deus, todos são filhos. Não é assim? Pois por mais que você faça, por mais que o cenário te provoque a uma natural competição quase que o tempo todo, por te colocar…

Continue lendo