A chegada do novo bebê…

Precisávamos planejar a chegada dela. Da nossa Antonella. Afinal, era para ser um momento lindo e especial para todos. Para mim, como mãe, já era. Desejava conhece-la desde os planos sonhados a dois, com o meu marido e pai de primeira viagem. Desde quando vi meus filhos desejarem profundamente a mana. Mas sabíamos, desde aquela…

Continue lendo

As famílias de Joana e Joaquim…

Há algum tempo atrás, escrevi sobre a nova família de Joana e Joaquim. A que formamos aqui em casa e que trouxe belos frutos e relações de afeto aos meus filhos. Novos avós, uma bisavó, tios e uma prima. E que no início, por serem novos e não serem biológicos, causaram certo desconforto quando colocados,…

Continue lendo

Visita do Medo: Morte e Vida

Hoje saí da minha médica com a notícia da possibilidade de desenvolver, até o final da minha gestação, algo chamado placenta acreta. Foi identificada em uma visita minha improvável, na semana anterior, à uma emergência obstétrica, por conta da sensação de uma contração. Estava em uma semana de bastante stress no trabalho, e quando a…

Continue lendo

Sobre o óbvio

Pois então. Falei outro dia de uma coluna do Piangers, que eu adoro, e que demandou da minha parte, defesa. Me senti na condição de defender a mim mesma quando o mesmo tratou do divórcio, na pele de um homem casado. Mas adoro Piangers. Me divirto e me emociono com ele direto. Então para mim,…

Continue lendo

Quem paga as tuas contas?

Esse termo permeia o psicológico do ser humano, as relações sociais, amorosas e agora digitais. Vou classificá-la da forma que significa para mim. Como passou a significar depois do meu processo de divórcio. Do meu antes e do meu depois.  Do que mobilizou a minha decisão e do que se tornou obstáculo, punhal contra mim…

Continue lendo

Cuidei de mim… E não há nada de errado nisso.

“O enfrentamento é admirável e libertador. ” Agradeço de todo o coração o carinho da amiga que postou em uma das minhas primeiras crônicas este comentário. Sua visão sobre o movimento que fiz quando decidi tratar das minhas dores através de crônicas. Quando me propus a escrever sobre a morte e o renascimento de uma…

Continue lendo

Sobre crianças cuidando de sentimentos…

Incrível falar disso. Cuido dos meus filhos e dos seus sentimentos com muito zelo. Com muita delicadeza. Simplesmente porque sentimentos sempre foram importantes para mim. Sempre valeram mais que tudo. Quem me conhece, sabe. Sempre entendi e vivi sob sentimentos reais, profundos. Gosto de olhos nos olhos e acordos sinceros no estabelecimento de relações de…

Continue lendo