Chegadas e partidas…

Me dei conta que eles levam um tempo para voltar. Que eles chegam, mas não chegam. Por alguns minutos, ou horas, ficam estranhos no ninho. Nesse nosso, tão deles quanto meu, da irmã bebê e do pai do coração. Não acompanharam as últimas da família, a mudança de lugar da cadeira da sala, o arroz…

Continue lendo